gototop
FacebookTwitter

Ascom Criança

A Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude (Secriança) em parceria com a Universidade de Brasília (UnB) deu início ao Programa Saúde na Escola (PSE) na Unidade de Internação de Brazlândia (Uibra) no dia 11 de agosto. O projeto prevê a avaliação em saúde de todos os adolescentes; o desenvolvimento de oficinas sobre Alimentação Saudável e Saúde, Educação para a Saúde Sexual, Saúde Reprodutiva e Prevenção das DST/AIDS, Prevenção ao uso de Álcool, Tabaco e outras Drogas; e ainda a realização de atividades que visem à promoção da Cultura da Paz e Prevenção das Violências. As atividades são realizadas sob a coordenação da professora Dra. Lenora Gandolfi, com participação de profissionais e estudantes da área de saúde de diversas especialidades.

Matrículas devem ser feitas na quinta, 17, e sexta-feira, 18, nos locais de aula

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude divulga a lista de segunda chamada dos aprovados para o #BoraVencer Concursos. Os selecionados devem se inscrever nos dias 17 e 18 de agosto no local de aula para onde foi aprovado (confira os endereços na lista de aprovados). Para se matricular é necessário cópias do documento de identidade, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, uma foto 3x4 recente e assinatura de declaração de veracidade das informações prestadas. As aulas acontecerão nos três turnos, de segunda a sexta-feira, de 21 de agosto a 1º de novembro. Serão 200 horas-aula de disciplinas como gramática, interpretação de texto, legislações, direito administrativo, direito constitucional, redação, raciocínio lógico e informática.

CONFIRA A LISTA DOS APROVADOS

Ao todo, foram disponibilizadas 1.350 vagas para turmas na Asa Norte, na Asa Sul, em Brazlândia, em Ceilândia, no Gama, no Guará, em Planaltina, em Samambaia e em Taguatinga.

Segundo o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo, a novidade serve para atender a um pedido dos estudantes que passaram pelas aulas preparatórias do #BoraVencer para o Enem, o vestibular e os cursos profissionalizantes.

“Sempre aplicamos avaliações ao fim dos cursos e, por meio delas, percebemos que essa demanda estava presente. Além da universidade e da profissionalização, eles também buscam a alternativa do concurso público”, explica.

De acordo com a subsecretária da Juventude, Aline Bezerra, as matérias serão apresentadas por professores do mercado de cursinhos do Distrito Federal.

O projeto #BoraVencer - O #BoraVencer foi criado para atender à demanda eleita na Conferência Distrital de Juventude de 2015, que pedia por oportunidades de estudo para o vestibular e o Enem.

Desde 2016, já foram dados 13 aulões e dois cursos intensivos, que atenderam 22 mil estudantes. Desses, 753 foram aprovados em universidades públicas do DF.

Já o #BoraVencer Profissionalizante atendeu 3,5 mil jovens em cursos como assistente administrativo, organizador de eventos, atendente de consultório médico e dentário, maquiagem e design de sobrancelha, mecânica, robótica, programador de aplicativo Android e webdesigner.

Para a linha Concursos, foram 5 mil jovens em dois aulões, com 400 aprovados para professor temporário e cerca de mil no certame para efetivos da Secretaria de Educação.

A Unidade de Internação de Santa Maria (UISM) recebeu, na sexta-feira, 11, o atleta Márcio Cipriano. Com uma trajetória campeã no esporte brasileiro, o jogador de basquete compartilhou com os adolescentes, suas histórias de luta, desde a infância pobre na periferia de São Paulo, as dificuldades que enfrentou para trilhar os passos vitoriosos no esporte até seu momento atual como coach.

Todos os socioeducandos (meninos e meninas) participaram do evento no anfiteatro da unidade. Cipriano levou uma mensagem de encorajamento, persistência, força, foco, esperança e que com muita determinação e desejo real, é possível mudar sua história, sua vida e seu futuro. Considerando sua origem como um jovem negro, periférico e extremamente exposto à violência e as mais variadas vulnerabilidades sociais e econômicas, histórico muito semelhante aos dos adolescentes, Cipriano representa um exemplo de vitória e esperança para todos que conhecem sua trajetória.

"Atividades como estas promovem ambientes educativos e de diálogo, mostrando que tanto o trabalho em equipe quanto o fazer socioeducativo passa pelos mais diversos espaços e construções de parcerias", afirma o diretor da UISM, Antônio Raimundo.

Parceria entre a Subsecretaria do Sistema Socioeducativo (Subsis), Embaixada da França e Universidade de Brasília (UnB) promoverá, entre os dias 11 e 14 de setembro, o Seminário “Adolescentes em conflito com a lei - Por uma formação especializada de travailleurs sociaux e socioeducadores. Olhares cruzados: França – Brasil”.

Os servidores do Sistema socioeducativos poderão apresentar trabalhos relacionados ao Sistema Socioeducativo ao longo do seminário. Para isso, é preciso seguir as diretrizes abaixo:

Chamada para Exposição de pôsteres – Edital 01/2017: Servidores-pesquisadores
A presente chamada tem por objetivo selecionar propostas para apresentação de pôsteres de servidores que realizaram pesquisas dentro do Sistema Socioeducativo do DF ou temas relacionados. O objetivo é que estas apresentações possam mostrar que tipos de conhecimentos/dados foram produzidos/pesquisados pelos servidores. O desenvolvimento científico, tecnológico e as inovações sobre o Sistema Socioeducativo do DF devem ser divulgados e reconhecidos.

As propostas devem observar as condições específicas estabelecidas no texto da Chamada, as quais determinam os requisitos com que o proponente se comprometerá, em especial quanto ao cronograma, recursos financeiros a serem despendidos, bem como critérios de elegibilidade dos painéis pela equipe coordenadora, dia da apresentação/horário e demais informações necessárias.

Envio do projeto do pôster (online):
• Até dia 25/08 para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ;
• Os custos com impressão serão de exclusividade do proponente;
• Sugerimos que só após a seleção pela equipe coordenadora, o proponente revise e imprima seu pôster;
• A data de apresentação oficial do pôster será dia 11/09, na abertura do evento. O mesmo ficará exposto até o encerramento do seminário, no dia 14/09;
• Cada pôster deverá seguir as diretrizes abaixo: 

Planejamento e preparação do pôster
Texto
Utilize para o título fonte 90 pts, negrito. Para os subtítulos utilize fonte 72 pts. Nesta área coloque: Título do plano de trabalho, Autores, e Departamento/Área de pesquisa.

O restante do pôster deve conter:
• Introdução,
• Metodologia,
• Resultados,
• Conclusões
• Agradecimentos, se necessário.
• As referências bibliográficas podem estar numa folha à parte, disponível para a audiência e/ou como forma de lembrança.
Textos auxiliares podem ser em fonte 18 ou 20 pts. Não se esqueça de verificar ortografia antes da impressão final.

Disposição Visual
Tamanho recomendado para o pôster:
Largura – 90 cm
Altura – 100 a 120 cm

Dicas de como preparar um pôster:
(1) Tente ser efetivo na disposição visual dos dados. O pôster é um resumo ilustrado.
(2) Mostre o que mais importa de sua pesquisa - o que foi realizado, como foi realizado e o que se recomenda ou se conclui. Evite enfocar os métodos. Os resultados e implicações são mais relevantes.
(3) Utilize gráficos, figuras (fotografias) e textos, preferencialmente coloridos, bem distribuídos ao longo do pôster (evite número excessivo de cores).
(4) Utilize títulos para destacar objetivos, resultados, conclusões, etc. Organize em colunas as sessões para melhor visualização e leitura.
(5) Minimize texto, use gráficos, figuras etc. Blocos de textos devem conter aproximadamente 50 palavras.
(6) O texto deve ser visível a uma distância de um metro, aproximadamente.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo email Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou pelo telefone 3213-0680.

SEMINÁRIO – O seminário é uma parceria entre a UnB, a Embaixada da França e a Subsis, com o intuito de trocar experiências interpaíses sobre o atendimento ao adolescente em conflito com a lei e, como resultado, firmar um Termo de Cooperação Técnica entre Brasil e França. O formato do evento foi pensando para a discussão de temas pertinentes às Escolas de Formação em Socioeducação; ao Sistema de Justiça da Infância e Juventude; à História e Evolução de Paradigmas na Justiça da Infância e Juventude, bem como a Identidade do Socioeducador Especializado em Formação e as Metodologias de Funcionamento das Unidades Socioeducativas do DF e Les Etablissements Pénitentiaires Pour Mineurs (EPM) de La France.

Matrículas devem ser feitas na segunda, 14, e terça-feira, 15, nos locais de aula

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude divulga a lista dos aprovados para o #BoraVencer Concursos. Os selecionados devem se inscrever nos dias 14 e 15 de agosto no local de aula para onde foi aprovado (confira os endereços na lista de aprovados). Para se matricular é necessário cópias do documento de identidade, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, uma foto 3x4 recente e assinatura de declaração de veracidade das informações prestadas. As aulas acontecerão nos três turnos, de segunda a sexta-feira, de 21 de agosto a 1º de novembro. Serão 200 horas-aula de disciplinas como gramática, interpretação de texto, legislações, direito administrativo, direito constitucional, redação, raciocínio lógico e informática.

CONFIRA A LISTA DOS APROVADOS

Ao todo, foram disponibilizadas 1.350 vagas para turmas na Asa Norte, na Asa Sul, em Brazlândia, em Ceilândia, no Gama, no Guará, em Planaltina, em Samambaia e em Taguatinga.

Segundo o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo, a novidade serve para atender a um pedido dos estudantes que passaram pelas aulas preparatórias do #BoraVencer para o Enem, o vestibular e os cursos profissionalizantes.

“Sempre aplicamos avaliações ao fim dos cursos e, por meio delas, percebemos que essa demanda estava presente. Além da universidade e da profissionalização, eles também buscam a alternativa do concurso público”, explica.

De acordo com a subsecretária da Juventude, Aline Bezerra, as matérias serão apresentadas por professores do mercado de cursinhos do Distrito Federal.

O projeto #BoraVencer - O #BoraVencer foi criado para atender à demanda eleita na Conferência Distrital de Juventude de 2015, que pedia por oportunidades de estudo para o vestibular e o Enem.

Desde 2016, já foram dados 13 aulões e dois cursos intensivos, que atenderam 22 mil estudantes. Desses, 753 foram aprovados em universidades públicas do DF.

Já o #BoraVencer Profissionalizante atendeu 3,5 mil jovens em cursos como assistente administrativo, organizador de eventos, atendente de consultório médico e dentário, maquiagem e design de sobrancelha, mecânica, robótica, programador de aplicativo Android e webdesigner.

Para a linha Concursos, foram 5 mil jovens em dois aulões, com 400 aprovados para professor temporário e cerca de mil no certame para efetivos da Secretaria de Educação.

A Unidade de Internação de Planaltina dá continuidade ao projeto Espaço Fazendinha, que funciona na unidade desde 2009 e tem o objetivo de profissionalizar os socioeducandos na área de horticultura a partir do cultivo de diversas espécies de folhosas e verduras, em 2017. Em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), são três cursos disponibilizados para o projeto neste ano.

Os adolescentes participam, divididos em grupos, com intermédio do servidor Hudson Correia. O primeiro curso, realizado em maio, teve o tema “Horticultura Básica”; o segundo, realizado no dia 08 de agosto foi sobre “Boas Práticas na Manipulação de Alimentos” e o último, acontecerá em outubro, para todos os adolescentes, com o tema “Alimentação Saudável”. Todos os participantes recebem certificados dos cursos.

No sábado, 12, a Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude em parceria com o Centro de Juventude da Cidade Estrutural, promoverá um evento, das 9h às 17h, na Praça Central da cidade, em comemoração ao Dia internacional da Juventude.

Com o tema “A Juventude em Ação para a Inovação e Desenvolvimento Sustentável” os participantes poderão acompanhar uma ampla agenda cultural que contempla campeonato de Muay Thai, festival gastronômico, gincanas, rodas de conversa, oficinas, cortes de cabelo, massagens e show com artistas locais e o convidado especial, o músico Rodolfo Abrantes (ex – Raimundos). A ação contempla ainda um outro tema relevante: a acessibilidade e a inclusão de pessoas com deficiência nas oficinas e ações do evento. Todas as atividades são gratuitas.

Direção e equipe técnica da Unidade de Internação Provisória de São Sebastião (UIPSS) promoveram uma reunião com a Coordenação das Unidades de Apoio Técnico e Administrativo aos Conselhos Tutelares (Counata) e Conselheiros Tutelares do Distrito Federal para debater e alinhar ideias, as equipes, acertar fluxos de encaminhamento e esclarecer a atuação de cada uma das partes dentro do processo de acompanhamento dos adolescentes que passam pela UIPSS.

Como resultado da reunião, espera-se melhor atendimento dos adolescentes que recebem medida socioeducativa de internação provisória – máximo de 45 dias – e ficam abrigados na UIPSS, por parte dos Conselhos Tutelares, quando do retorno para casa.

Evento também debaterá Lei sobre escuta especial de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual


A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude (Secriança) realizará, nos dias 8, 9 e 10 de agosto o I Seminário sobre a Lei 13.431/2017 e o Atendimento Integrado às Crianças e Adolescentes Vítimas de Violências e III Encontro Nacional de Centros de Atendimento Integrado. O evento acontece em parceria com a Childhood Brasil (Instituto WCF/Brasil), a Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos – SNPDCA/MDH e a Secretaria Nacional de Assistência Social, Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário – SNAS/MDSA, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

A ideia do encontro é trocar experiências entre os Centros de Atendimento Integrado a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência Sexual no Brasil, dois Centros internacionais (Alabama/EUA e Suécia) e toda a Rede de Proteção às crianças e adolescentes do Distrito Federal. O evento deve contar com a presença de especialistas e parlamentares para o debate do aspecto legislativo.

Centro 18 de Maio – No DF, crianças e adolescentes têm atendimento especializado no Centro Integrado 18 de Maio, que funciona na 307 sul. O Centro, inaugurado em outubro de 2016, consiste num equipamento público de atendimento integrado e humanizado a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, visando a proteção integral. Este serviço foi estruturado para atuação conjunta da rede, num mesmo espaço de atendimento, com objetivo de aproximar a proteção e a responsabilização, evitando a revitimização das crianças e adolescentes nos diversos atendimentos até então ofertados pela rede de proteção existente.

O Centro de Atendimento Integrado 18 de Maio faz parte do Programa Criança Candanga, uma proposta de articulação, integração e fomento da política intersetorial que reúne programas e projetos nas áreas de saúde, educação, segurança, cultura e mobilidade, esporte, lazer e turismo, cidadania, assistência social, direitos humanos e infraestrutura voltados à criança e ao adolescente no Distrito Federal. As políticas públicas de Saúde, Segurança Pública, Educação e Assistência Social e Políticas para as Mulheres tiveram papel imprescindível na composição das equipes, bem como na formatação dos serviços a serem prestados no Centro.

SERVIÇO
I Seminário sobre a Lei 13.431/2017 e III Encontro Nacional de Centros de Atendimento Integrado
8 a 10 de agosto, Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Confira a programação dos três dias
Inscreva-se


Estão abertas as inscrições para o curso de Capacitação em Segurança Protetiva. O curso disponibiliza 30 vagas, possui carga horária de 60h e vai abordar os seguintes temas: Socioeducação: concepções e práticas; Estrutura e Funcionamento da Corregedoria; Rádio Comunicador; Procedimentos em Segurança Socioeducativa, Defesa pessoal, Imobilizações Táticas e Contenções.

As aulas acontecerão do dia 07 a 18 de agosto, sendo que de 07 a 11, as aulas serão de 8h às 12h e de 14h às 18h. Entre os dias 14 e 18, as aulas serão de 8h às 12h, na Escola de Governo – Egov. Após o processo de inscrição a Unidade deverá encaminhar liberação do servidor via e-mail institucional para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. contendo os seguintes dados: nome completo, cargo, matrícula, lotação, email pessoal e telefone pessoal, ficando o servidor liberado de suas funções enquanto estiver no período das aulas. O curso será certificado pela EGOV.

O encontro ocorreu no Palácio do Buriti nesta quarta-feira (2) com o objetivo de alinhar ações para defender os direitos de crianças e adolescentes

Diversos órgãos do governo de Brasília trabalham de maneira conjunta para evitar situações de vulnerabilidade infantil no Distrito Federal, como a evasão escolar, que resulta no aumento de atos infracionais, e a mortalidade infantil.

A integração entre os órgãos do Executivo local para defender os direitos das crianças de dos adolescentes foi debatida nesta quarta-feira (2), no Palácio do Buriti, na reunião do comitê executivo do programa Criança Candanga.

O encontro foi coordenado pela Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude. O grupo assistiu à apresentação de dados, estudos e pesquisas e alinhou agendas.

Além disso, os integrantes estabeleceram um planejamento para criar soluções para temas relacionados à violação de direitos de crianças e jovens, como abusos e violências físicas, psicológicas, sexuais e morais; trabalho infantil; mortalidade; ampliação do acesso à educação e à rede de atenção a gestantes.

De acordo com a colaboradora do governo Márcia Rollemberg, a integração dos órgãos do Executivo local é o grande salto da política em relação à garantia dos direitos da criança. “É uma soma de capacidades. Então, o resultado é infinitamente maior”, ressaltou.

Para o secretário de Políticas para Crianças, Aurélio Araújo, trabalhar em conjunto permite que o governo planeje o orçamento e a agenda de ações de maneira integrada. “O resultado disso é ter crianças melhor atendidas.”

Também participaram da reunião representantes das secretarias de Educação; de Saúde; da Segurança Pública e da Paz Social; do Esporte, Turismo e Lazer; de Planejamento, Orçamento e Gestão; do Meio Ambiente; do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e da Casa Civil.

Programa Criança Candanga - O programa Criança Candanga foi criado em 6 de abril com a assinatura do Decreto Distrital nº 38.118 de 2017 pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

O portal do programa tem informações sobre as ações que estão sendo tomadas assim como um mapa georreferenciado de serviços especializados ofertados à população, como conselhos tutelares, escolas e centros de atendimento assistencial por região administrativa.

Fonte: Larissa Sarmento, da Agência Brasília
Fotos: Dênio Simões/Agência Brasília

Nesta terça (1º), 960 alunos, que participaram da terceira edição do programa neste ano, receberam o certificado em solenidade no Centro de Convenções Ulysses Guimarães


O projeto #BoraVencer Profissionalizante formou nesta terça-feira (1º) 960 alunos da terceira turma de 2017 dos cursos oferecidos. Desde o início do ano, o governo de Brasília já qualificou 4,5 mil jovens nessa modalidade do programa.

Por intermédio da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude e da Subsecretaria da Juventude, a iniciativa visa beneficiar os estudantes brasilienses no âmbito profissional. O intuito é qualificá-los para facilitar o ingresso no mercado de trabalho.

Na cerimônia de entrega dos certificados da terceira turma do #BoraVencer Profissionalizante, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, o governador Rodrigo Rollemberg anunciou a abertura, em novembro, de nova edição do programa.

“A gente fica muito gratificado de ver que o esforço do governo em investir na nossa juventude, em um momento de dificuldade, está sendo valorizado por vocês.” Rollemberg destacou que o #BoraVencer, em todas as modalidades, já formou 22 mil alunos.

Para o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo, a formatura trouxe a sensação de dever cumprido. Presente na solenidade, ele expressou votos de que os alunos “possam, por meio dessa oportunidade, conquistar autonomia, sucesso e todos os sonhos que têm”.

Subsecretária da Juventude, Aline Bezerra agradeceu o investimento do governador na juventude de Brasília. “Hoje vocês têm condições de dizer que têm qualificação.”

Na terceira edição deste ano, os jovens tiveram a oportunidade de se capacitar nas áreas de: robótica; mecânico de autos; programador de aplicativo Android; maquiagem e design de sobrancelha; organizador de eventos; assistente administrativo; e auxiliar de contabilidade.

Com 200 horas-aula, os cursos foram ministrados no Plano Piloto e em Ceilândia, de maio a julho.

Como surgiu o projeto #BoraVencer - O #BoraVencer foi criado para atender à demanda eleita na Conferência Distrital de Juventude de 2015, que pedia por oportunidades de estudo para o vestibular e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Desde 2016, já foram dados 13 aulões e dois cursos intensivos, que atenderam 22 mil estudantes. Dos inscritos no programa, 728 foram aprovados em universidades públicas do Distrito Federal.

Para a linha Concursos, foram 5 mil jovens em dois aulões, com 400 aprovados para professor temporário e cerca de mil no certame para efetivos da Secretaria de Educação.

#BoraVencer Intensivão Concursos inscreve até 10 de agosto - Até 10 de agosto, estão abertas as inscrições para o #BoraVencer Intensivão Concursos. São 1.350 vagas para a capacitação com foco em disciplinas básicas de concursos públicos, como direito constitucional e administrativo.

As aulas serão ministradas nos três turnos, de segunda a sexta-feira, de 21 de agosto a 1º de novembro. Serão 200 horas-aula de disciplinas como gramática, interpretação de texto, legislações, direito administrativo, direito constitucional, redação, raciocínio lógico e informática.

O #BoraVencer Intensivão Concursos terá turmas na Asa Norte, na Asa Sul, em Brazlândia, em Ceilândia, no Gama, no Guará, em Planaltina, em Samambaia e em Taguatinga.

Os interessados devem se inscrever pelo site da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

Podem se candidatar jovens de 15 a 29 anos, e as vagas serão preenchidas de acordo com critérios de vulnerabilidade social, com preferência para alunos da rede pública.

Fonte: Cibele Moreira, da Agência Brasília
Fotos: Toninho Tavares/Agência Brasília

Nova vertente do programa terá foco em matérias que costumam cair na maioria dos certames, como português, raciocínio lógico e direito administrativo. Inscrições vão até 10 de agosto.


Com foco em disciplinas básicas de concursos públicos, como direito constitucional e administrativo, foi lançado o #BoraVencer Intensivão Concursos, que terá 1.350 vagas na primeira edição. A capacitação ocorrerá nos três turnos, de segunda a sexta-feira, de 21 de agosto a 1º de novembro. Serão 200 horas-aula de disciplinas como gramática, interpretação de texto, legislações, direito administrativo, direito constitucional, redação, raciocínio lógico e informática.

O #BoraVencer Intensivão Concursos terá turmas na Asa Norte, na Asa Sul, em Brazlândia, em Ceilândia, no Gama, no Guará, em Planaltina, em Samambaia e em Taguatinga. As inscrições são gratuitas e vão até o dia 10 de agosto, pelo site da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude.

INSCREVA-SE AQUI

CONFIRA AS REGRAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO

Podem se inscrever jovens de 15 a 29 anos, e as vagas serão preenchidas de acordo com critérios de vulnerabilidade social, com preferência para estudantes da rede pública. 

Segundo o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo, a novidade serve para atender a um pedido dos estudantes que passaram pelas aulas preparatórias do #BoraVencer para o Enem, o vestibular e os cursos profissionalizantes.

“Sempre aplicamos avaliações ao fim dos cursos e, por meio delas, percebemos que essa demanda estava presente. Além da universidade e da profissionalização, eles também buscam a alternativa do concurso público”, explica.

De acordo com a subsecretária da Juventude, Aline Bezerra, as matérias serão apresentadas por professores do mercado de cursinhos do Distrito Federal.

O projeto #BoraVencer - O #BoraVencer foi criado para atender à demanda eleita na Conferência Distrital de Juventude de 2015, que pedia por oportunidades de estudo para o vestibular e o Enem.

Desde 2016, já foram dados 13 aulões e dois cursos intensivos, que atenderam 22 mil estudantes. Desses, 728 foram aprovados em universidades públicas do DF.

Já o #BoraVencer Profissionalizante atendeu 3,5 mil jovens em cursos como assistente administrativo, organizador de eventos, atendente de consultório médico e dentário, maquiagem e design de sobrancelha, mecânica, robótica, programador de aplicativo Android e webdesigner.

Para a linha Concursos, foram 5 mil jovens em dois aulões, com 400 aprovados para professor temporário e cerca de mil no certame para efetivos da Secretaria de Educação.

“Não gosto nem de lembrar. Nunca tínhamos vivido isso. Foi uma experiência horrível. Ele errou, mas não vai persistir no erro”, diz emocionada a mãe de um jovem que estagiou por dois meses na Defensoria Pública do Distrito Federal em cumprimento de medida socioeducativa.

Guilherme* praticou furto – quando há a apropriação de objeto alheio, sem consentimento e sem o uso de violência. Como, por exemplo, quando um assaltante leva um carro que estava estacionado, sem o motorista.

O rapaz foi assistido pela Defensoria por meio do projeto “Jovens em Harmonia com a Vida”, que visa o resgate social de adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de meio aberto através de oportunidade de estágio remunerado, em cumprimento à medida de Liberdade Assistida e para o cumprimento da determinação de Prestação de Serviço à Comunidade.

“Estagiar foi bom. Aprendi muita coisa. Adquiri experiência. Fiz serviço de auxiliar administrativo, ficava responsável pelos arquivos e fazer cópias de processos. Fui muito bem recebido e acolhido pela Defensoria. Sempre me trataram bem”, comenta Guilherme. A mãe dele, Ana*, disse que o filho mudou para melhor. “Depois do estágio ele mudou muito. Passou a ter responsabilidade. Ele gostou tanto de trabalhar que queria ficar o dia todo, sendo que o estágio dele era só meio período. Ele gostou tanto que quer voltar a trabalhar na Defensoria”.

O jovem se arrependeu e faz planos para o futuro. “Quero concluir os estudos e arrumar um bom emprego. Vou fazer algo na área administrativa”. A mãe também faz planos para o filho. “Quero que ele estude um período e trabalhe no outro. É bom ele ocupar a mente fazendo coisas boas”.

Jovens em Harmonia com a Vida - No último mês, a Defensoria Pública do DF realizou 41 atendimentos do “Jovens em Harmonia com a Vida”, por meio de atividades com psicólogos e assistentes sociais. Desde a criação, mais de 450 adolescentes passaram pelo projeto.

Instituído pela Portaria nº 50, de 10 de abril de 2014, o projeto foi consolidando o Termo de Cooperação Técnica e Operacional entre a Defensoria e a Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal (SECRIA). Medidas socioeducativas são aplicadas em adolescentes autores de atos infracionais e estão previstas no art. 112 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

De acordo com a gerente de atividade psicossocial da Defensoria Pública do DF, Camila Santos, a Prestação de Serviço à Comunidade é a realização de tarefas gratuitas e de interesse comunitário por parte do adolescente em conflito com a lei, durante período máximo de seis meses e oito horas semanais.

“A medida de Prestação de Serviço à Comunidade consiste na execução não remunerada de serviços pelos adolescentes em cumprimento da medida nos Núcleos da Defensoria, podendo ter duração de até 6 meses com jornada máxima de 8 horas semanais. Os jovens são acolhidos pela Subsecretaria de Atividade Psicossocial com o objetivo de serem orientados sobre o projeto, quanto ao trabalho da Defensoria e ao cumprimento da medida de prestação de serviço à comunidade”, esclarece Santos.

Ao final da prestação de serviço, o servidor da instituição que acompanha o cumprimento da medida socioeducativa junto ao adolescente e o defensor encaminham à Unidade de Atendimento em Meio Aberto (UAMA) um relatório individual de avaliação da prestação de serviço realizado.

Segundo Camila, Guilherme cumpriu medida de Liberdade Assistida que é a “disponibilização de vagas de estágio de ensino médio aos jovens que cumprem a medida socioeducativa nos núcleos da Defensoria. A duração total do período de estágio não pode exceder 2 anos. A jornada de atividade é condizente com as atividades escolares do estagiário e não excede 6 horas diárias e 30 horas semanais. Uma vez por mês, os estagiários são acompanhados pelos psicólogos e assistentes sociais com o objetivo de trabalhar questões relacionadas ao mundo do trabalho”.

*Nomes fictícios para preservar a identidade
Fonte: Priscila Leite, da Assessoria de Comunicação da Defensoria Pública
Foto: Lúcio Cunha

As adolescentes em cumprimento de Medida de Internação na Unidade de Santa Maria (UISM) participaram, no dia 25 de julho, da comemoração do Dia da Mulher Negra durante a atividade "Esquenta Latinidades", na cidade Estrutural.

O evento está em sua 10ª edição e tem como objetivo conscientizar as mulheres negras e da periferia de seus direitos na sociedade, visando a inclusão e o emponderamento feminino. Por meio de eventos como este as adolescentes tem a oportunidade de desenvolver o pensamento crítico e expandir o conhecimento sobre os mais diversos assuntos, para que, ao serem reinseridas na sociedade tenham melhores oportunidades e responsabilidades frente às adversidades que encontrarão.

Página 1 de 39

Porteja-Brasil

Banner - Biblioteca
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Ascom Criança