gototop

Secretaria de Estado da Criança

FacebookTwitterYoutubeFeed

Porteja-Brasil

 CAMPANHA-INTERNACIONAL

Processo Seletivo Simplificado1
Banner - Biblioteca

Remanejamento de servidores

Terça, 28 Maio 2013

Campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes

  Ascom/Secriança

Taxistas engrossam campanha de alerta contra turismo sexual

BRASÍLIA, 28/5/13 - A partir de agora, turistas que desembarcarem no Distrito Federal vão ser informados de que a exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil é crime. Adesivos e mensagens de alerta começaram a ser distribuídos entre os motoristas de táxis de Brasília.

“A campanha “Não Desvie o Olhar. Denuncie” que será reforçada nesta terça-feira (29) pelo GDF, é fundamental para conter desde o primeiro instante, possíveis abusos e exploração sexual de nossas crianças e adolescentes”, frisa a secretária da Criança, Rejane Pitanga.

A campanha do Conselho Nacional do SESI é resultado de uma parceria com o GDF por meio das Secretarias da Criança e do Transporte, além do Sindicato dos Permissionários de Táxis e Motoristas Auxiliares (SINPETAXI-DF).

A iniciativa tem foco na Copa de 2014 que começa no próximo dia 15 de junho e deverá se estender às outras cidades-sede, de olho no fluxo de turistas que desembarcarão no país para os grandes eventos esportivos que o Brasil sediará.

A previsão é que pelo menos metade da frota da Capital Federal, estimada em cinco mil veículos, esteja rodando adesivada e equipada contra o crime nos próximos meses.

“Na Europa, quando um cliente pega um recibo de corrida o que ele vê no verso do papel é uma propaganda de uma casa noturna. Aqui, queremos fazer o contrário. Ou seja, os turistas receberão um aviso de que o Brasil não tolera a exploração sexual de suas crianças e adolescentes”, afirmou o presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli.

“Os motoristas já são parceiros da polícia. Eles transmitirão essa mensagem do bem com boa vontade e responsabilidade”, diz Maria do Bonfim Pereira de Santana, presidente do SINPETAXI DF que comanda o Sindicato com aproximadamente 3.400 profissionais.

No verso de cada recibo estão publicados os artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) com os crimes e as penas para os que submetem crianças e adolescentes à prostituição ou à exploração sexual. A pena para quem faz isso é de quatro a dez anos de reclusão, além de multa, segundo o art. 244-A do ECA.

Serviço

Café da manhã com taxistas, SESI e GDF com as Secretarias da Criança e do Transporte.
Reforço na Campanha: “Não Desvie o Olhar. Denuncie”.
Dia: 29/05/2013.
Horário: 9h.
Local: Nas proximidades do Aeroporto Internacional de Brasília – Lote A – Núcleo de Apoio aos Táxis – Lago Sul.

VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Notícias Campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes