Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/02/18 às 17h56 - Atualizado em 19/04/18 às 17h56

Forças de segurança orientam foliões para garantir carnaval tranquilo

COMPARTILHAR

Dicas ajudam a prevenir furtos e brigas. Telefone do SOS Criança estará disponível em todos os dias de folia

Com a expectativa de cerca de 2 milhões de pessoas nas ruas de Brasília no carnaval de 2018, as forças de segurança alertam para cuidados que os foliões precisam ter para garantir uma festa mais tranquila.

Para evitar furtos de objetos de valor, como joias e celulares, a recomendação é evitar carregá-los para as festas. Caso seja fundamental, não deixar nada visível e com acesso fácil a terceiros.

De preferência, esses objetos devem ser guardados nos bolsos da frente ou nos das laterais da roupa com algum tipo de fechamento, como botões e zíper. Se quiser levar bolsa, o conselho é manter à frente do corpo, fechada e sempre à vista.

Também é recomendado calcular quanto vai ser gasto e levar o dinheiro trocado, que deve ser sacado durante o dia. Caixas eletrônicos são visados por assaltantes quando está escuro.

Mesmo que o folião prefira não levar nada para a festa, é preciso ter algum documento de identidade. A Polícia Civil alerta que a identificação é primordial para o caso de feridas ou confusões.

A Defesa Civil também orienta os foliões a tomar cuidado quando o corpo estiver molhado. É preciso redobrar a atenção com instalações elétricas, geradores de energia e estruturas metálicas ,que podem estar energizadas. Nessas ocasiões, subir em trios elétricos também é perigoso.

Andar em grupo pode prevenir brigas – Para evitar brigas, o ideal é andar em grupo. Caso haja uma confusão próxima, a orientação é que a pessoa se afaste. Se for provocada, o melhor é não responder e chamar um policial militar.

Além disso, a Polícia Militar dá a dica de pedir licença e agradecer na hora de se movimentar na multidão para evitar que confrontos ocorram. Outra sugestão para evitar confusões é beber com moderação, porque o álcool influencia no estado do folião.

Identificação ajuda a encontrar crianças perdidas – Uma orientação fundamental para os pais que forem pular a folia com crianças é identificar os menores. Para isso, a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude distribuirá 40 mil pulseiras de identificação nas festas.